1 de dezembro de 2009

Por onde começar?


Essa era minha dúvida quando comecei a planejar o casamento: por onde começar? Foi quando marquei um almoço com amiga que casou há um ano, a Gabi, e ela me deu várias dicas importantes.

Lista de convidados: antes de qualquer coisa precisa-se saber para quantas pessoas será o evento, e a partir de então escolher a igreja, buffet, etc.

Para facilitar minha vida mais para frente, fiz a lista da seguinte forma: coloquei o nome que vai no convite (Ex.: João e família), depois o número de adultos e em seguida o número de crianças. Uma sugestão dada pela Lie, uma amiga de Curitiba. Alguns buffets cobram mais barato ou não cobram o serviço para crianças, só que elas sentam. Então é importante quantos pequenos estarão presentes para definir o número de cadeiras.

Igreja: agora fica mais fácil procurar um espaço que comporte o número de convidados. Após decidir qual será a igreja, fica mais fácil escolher o buffet, já que deve ser próximo.

Antes de marcar a data, é bom ter definido o buffet, para ver se eles também estão com aquele dia disponível.

Outro ponto importante quando se está procurando a igreja é ver quais restrições que ela tem. Alguns lugares só permitem que se contrate os fornecedores indicados por eles, que nem sempre podem ser do agrado dos noivos. Além disso, em alguns lugares eles também restringem os tipos de música, os instrumentos a serem usados, números de padrinhos, etc.

Só para resolver essas coisas vai dar mais trabalho do que parece, principalmente para fazer a lista. Por mais que você ache que ela já está grande, sempre vai aparecer alguém a mais! Isso é só começo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário